HISTÓRICO

A confraria 27 possui em seu repertório trabalhos artísticos diversos. Sua pesquisa se debruça na ideia de interdisciplinaridade das Artes visuais com a Dança.

A partir desse ideal, criamos projetos como: As performances "Área restrita", direção e execução de Rafael Sisant em parceria com o COLETIVO TRIPPÉ, em 2012; "As cores e flores de Frida", 2015; “Quarto 27” de Wendell Britto, 2017; “Marés” de Rafael Sisant, 2017.

A intervenção urbana "De sunga e peito", direção de Cleybson Lima e execução de Wendell Britto, 2013; “Arbórea” de Rafael Sisant em 2017. O Duo "Carga", célula coreográfica composta em 2013, com Direção e coreografia de Rafael Sisant e Wendell Britto. A célula coreográfica "Tu me acostumbraste", em 2014 com a direção de Rafael Sisant em parceria com a “Qualquer um dos dois, cia de dança”.

O espetáculo "Casa azul", um duo com atuação e direção de Rafael Sisant e Wendell Britto, estreado em 2016.

A CONFRARIA